top of page

o empolgado do ratão #

Olar amigos!





Na última cartinha falamos sobre o conselho do Kurtão sobre fazer a sua alma crescer através de uma arte qualquer, boa, ruim, não importa. O Kurt fala em arte, mas eu acho que essa palavra pode afastar algumas pessoas. Ela tem um pouco de estigma: tem gente que acha que arte é reservada pra quem nasceu com talento, o que é uma ideia completamente absurda mas infelizmente muito comum. Não sou muito fã das palavras talento ou dom. Parece algo mágico que só acontece com algumas pessoas especiais. É claro que existem gênios e virtuosos mas isso não significa que a pessoa comum não possa ser excelente. Ou ela pode ser péssima também e tá tudo ótimo. Eu amo arte “ruim”. Voltando pra essa coisa de dom, tem esse livro (que vou confessar que ainda não li) da Angela Duckworth (eu a conheci no podcast no stupid questions - então eu meio que conheço e posso recomendar o livro sem ter lido, hehe) em que ela fala basicamente que é mais importante a pessoa ser empolgada do que talentosa. Essa ideia pra mim faz taaanto sentido. Eu amo conversar com gente empolgada num assunto, muito mais divertido do que algum virtuoso.

Se inscreve aí pra receber minhas cartinhas no conforto do seu email Subscribed

Mas voltando pra questão lá do começo, ao invés de arte, vou usar aqui uma outra palavra: hobby (os artistão sério pira)


isso é arte?


Você coloca um objeto ali, paga uma moedinha e o curador robô vai te dizer se é arte ou não. Pra variar eu estou divagando, nem é essa a discussão que eu queria começar: eu não acho que hobby seja arte, não era esse o ponto, foco, Samanta.

A gente tem uma palavra não muito usada pra hobby: passatempo. Mas eu prefiro hobby, porque passatempo parece algo que se faz apenas pra matar o tempo, o que não é verdade.

A wikipedia define assim:

Passatempo ou o estrangeirismo hobby é a denominação dada a uma atividade de entretenimento livre que o indivíduo desenvolve sozinho ou coletivamente. Um passatempo pode manifestar-se de várias formas: atividade prática ou pura e simples atividade intelectual. Wikipédia

Fazer algo aparentemente sem uso nenhum, apenas pela curiosidade e empolgação (sim, eu adoro essa palavra). Na minha família somos todos viciados em hobbies, principalmente meu pai, que acabou passando pra mim e meus irmãos a empolgação em fazer coisas inúteis porém divertidas. Aí hoje eu estava lendo nessa newsletter the fun is why e ele chama hobby de quest busca, e eu amei essa ideia. Você está numa busca guiado pela curiosidade e vontade de fazer, sem objetivo final nenhum, ou se preferir: com o objetivo de se divertir. Muito melhor do que apenas passar o tempo.

As coisas não precisam ser sempre úteis. Quem é freelancer como eu provavelmente tenha dificuldade com essa ideia, eu certamente tenho. Cada coisa nova que eu quero fazer ou aprender o primeiro pensamento que me ocorre é: vou poder vender isso aqui?? Sério, é um saco. Talvez uma das piores coisas de ser o próprio chefe (tá, instabilidade financeira e ansiedade são um pouquinho pior) afinal a gente tá sempre correndo atrás de trabalho e é muito difícil desligar essa chave. Mas é importante tentar desligar, colega autônomo, acredita em mim! Vai lá aprender cerâmica só pra brincar de barro e fazer algo com as mãos e sem pensar em vender caneca na próxima feira. Faz algo inútil de barro!



A minha primeira “escultura” de cerâmica* foi essa roupinha de Bob Esponja pra minha esponja. Muito útil, né:



será que o robô diria que é arte?

*como se tivesse feito muitas…

Ainda nessa ideia de ser um empolgado na vida: lembrei de um comercial dos anos 90 (tem velho com boa memória aqui?) mas basicamente era assim: um pai e filho com binóculos e aquela roupa de camuflagem, no meio do mato. Aí o pai diz: OLHA FILHO UM RATÃAOOOO! e ele fica realmente emocionado com o ratão, fica pulando e gritando RATÃO! RATÃO! faceiríssimo. Era uma propaganda da net e o slogan era algo tipo “eles não têm net em casa”. Eu lembro de achar engraçado e pensar que realmente ir pro mato olhar ratão parece um programa chato, muito melhor ficar em casa vendo tv. Hoje em dia eu sou muito mais o paizão empolgado com o ratão do banhado. Será que isso é envelhecer: Virar uma pessoa que se emociona ao ver um ratão do banhado?? Aliás, já viu um? É muito fofo, parece uma capivara com rabo.


 

Tentei dar um tempo no café…


não durou muito…


 

Eu sei que o que vocês realmente querem saber nessa newsletter: como está a casinha do João?? Se você chegou agora aqui: meus pais estão se mudando, o ape novo está quase pronto e bem na frente da janela deles tem esse poste e nele tem outro casal fazendo uma obra.



parece um portal

Hoje eu aprendi que João também se chama rufous hornero e é a ave símbolo da Argentina, "Ave de la Patria". Eu prefiro João. Estamos fazendo um bolão aqui de quem se muda antes: meus velhos ou João e família?


 

Alguns links:

Me apareceu no Twitter essa animação genial de 2007 baseada no conto do kafka “um médico rural”. Aqui a versão em espanhol e em inglês É bem... Intensa. E infelizmente falta o final. Mas é uma obra prima de animação, vale a pena dar uma olhada.

E esses comerciais feito por IA? separei aqui o meu preferido: pizza nugget (quase tão assustador quanto a animação do Kafka)

“Humanos recebendo um salário mínimo por trabalhos pesados enquanto robôs escrevem poesia e pintam não é o futuro que eu queria" daqui

Crazy bicho lady recomenda: cute aggression


 

Curte games? O meu irmãozinho finalmente fez um patreon pra compartilhar o processo de criação dos jogos dele. Eu sou muito fã do joguinho da maçã! Eu sei que sou suspeita pra falar, mas o Diego é a pessoa mais inteligente e genial que eu conheço. E um empolgado com física e jogos e consegue juntar uns conceitos cabeçudos em jogos divertidos que até uma pessoa como eu consegue entender!

O jogo da maçã tem um portal bunda, sabe, como não amar??


 

Esse mês eu fiz uma tatu diferente: ano passado o Rafael me chamou pra ilustrar o livrinho dele: “Ter irmão é muito legal”, que é sobre os meninos dele: Pedro e João. João é autista, mas isso não influencia nas brincadeiras entre eles:


Quer ver mais tatus e talvez encomendar uma? Chega ali no insta floortatu


 


já pensando na próxima coleção


 

Lista de hobbies que eu, meu pai e meus irmãos têm ou já tiveram:

fotografia e filme, edição de vídeo, pintura de miniaturas, fazer cadernos, jardinagem, culinária (se você me segue nas redes já deve ter visto algum vídeo do meu pai cozinhando), fazer jogos (dá uma olhada no jogo incrível que meu irmão fez), fazer sites: o velho tem esse portal sobre buggys faz uns 20 anos!


Até a próxima!

4 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page